o menino mariquinha

Ele tinha um olhar inquieto, misterioso e vivia sempre calado.

Todas as tardes brincava com meninos… Os meninos lutavam para marcar território e as meninas se enfeitavam. O menino mariquinha não queria saber de luta ainda… Sua fragilidade o diferenciava dos outros…Ele se percebia só e confuso, mas ainda inocente.

A escola exigia definição. As brincadeiras ficavam mais agressivas, ele agora era encostado na parede… As meninas o rejeitavam, os meninos debochadamente azucrinavam sua vida, deixando o menino mariquinha mais franzino, inseguro e menos menino. Ele descobre o gosto de sal das lágrimas que enfeitam o seu rosto e a vida começa a ser uma batalha solitária.

O menino mariquinha ainda não sabe da sua força, sua raiva, sua angústia e o seu peito dói. E seu sexo fica desorientado, ele não sabe para onde olhar. Começa a perceber a beleza de outros. Nesse momento nasce a culpa. O menino mariquinha quer entender o amor, mas não tem registro no seu frágil corpo.

O menino mariquinha já sabe da punição, da maldição de gostar de meninos… Ele está só, sem sua turma, sem nenhuma cumplicidade, sem referência.

Ele se tranca no quarto como se fosse uma princesa de contos de fadas e fica ali sonhando com príncipes e cavalos. E começa a ter noção do que é o amor, seja ele de que espécie for…! Ele vai sonhando e a vida fora do seu quarto é cruel, dura, violenta e preconceituosa.

Mas ele sabe que o sonho é essencial para se criar forças, e vencer o grande inimigo: o medo. Assim o menino mariquinha acordou do seu sonho… E corajoso como um guerreiro, começou a pintar o seu quarto de cor-de-rosa e no final, exausto, como se estivesse saindo de um transe, colocou uma plaquinha na porta do lado de fora:

“Menino Mariquinha – Sweet Home”.

E neste momento ele se descobriu feliz.

Elias Andreato

Elias Andreato (1955)
Ator, diretor de teatro e autor.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: