Inclassificáveis

nm

A partir da música-título do show, feita por Arnaldo Antunes (um maracatu com versos como “Que preto/que branco/que índio o quê!/somos todos inclassificáveis”) e da própria sensação que evoca na platéia, fica claro que o lema de Ney é a sua liberdade pessoal.

Esta se estende para as letras que grava, para a produção de seus shows e para o passeio rítmico que, comandado por ele, vai do samba à música grega em minutos.

faixas

01. O tempo não pára – Cazuza/Arnaldo Brandão
02. Mal necessário – Mauro Kwitko
03. Leve – Iara Rennó/Alice Ruiz
04. Fraterno – Pedro Luís
05. Ouça-me – Itamar Assumpção/Alice Ruiz
06. Um pouco de calor – Dan Nakagawa
07. Novamente – Fred Martins/Alexandre Lemos
08. Mente, Mente – Robinson Borba
09. Sea – Jorge Drexler
10. Lema – Carlos Rennó/Lokaua Kanza
11. Por que a gente é assim – Cazuza/Ezequiel Neves/Frejat
12. Existem coisas na vida – Alzira Espindola/Itamar Assumpção
13. Ode aos ratos – Chico Buarque/Edu Lobo
14. Inclassificáveis – Arnaldo Antunes
15. Veja bem meu bem – Marcelo Camelo
16. Divino maravilhoso – Caetano Veloso/Gilberto Gil
17. Coração, coragem – Cláudio Monjope/Carlos Rennó

download cd 
download dvd

Parte 1
Parte 2
Parte 3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: