callas forever and more

Callas, La Divina.

Pra começo de conversa, eu comecei a gostar de ópera por conta desta moça ai. Lógico que meu primeiro contato com ópera foi por mera curiosidade. Sou do tipo de  pessoa que não se permite dizer que não gosta de algo, sem antes ter experimentado…( especificando: música).

E “La Traviata” de Verdi ( ou A Transviada em portugês) foi a primeira que ouvi, simplesmente porque tinha canções famosas, fáceis de identificar.

É o caso desta aqui:

Maria Callas, dona de um alcance vocal asustador; Sim! assustador, porque você se assusta com a facilidade que ela chega em notas tão altas. Fato que fazia com que seu leque de repertório musical fosse muito amplo.

No particular: temperamental e perfeccionista. Teve ínumeras brigas com reporteres,  casou-se 2 vezes e foi infeliz em ambos.

Mas esta é Callas que canta tritezas como ninguém. E deve ser por isso que La Traviata continua sendo minha ópera favorita, mesmo depois de ter ouvido e visto tantas outras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: