eudy simelane

picture-48

era uma sul-africana, negra, homossexual. Tinha 31 anos, atleta e ativista dos direitos GLBT. Estava viva até o dia 28 de Abril do ano passado. Nesse dia, foi encontrada morta num  córrego próximo de sua casa em KwaThema, sua cidade natal. Ela havia sido estuprada por vários homens, espancada e esfaqueada mais de 20 vezes no rosto, nas pernas e no peito

A África do Sul é um dos países com o maior número de estupros no mundo. Um em cada quatro homens admite ter forçado alguma mulher a fazer sexo.

Nesse caso a violência tem um nome: “estupro correcional”. Serve para  corrigir ou punir mulheres lésbicas geralmente por conta da sua sua orientação sexual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: