dois

db_kuhfs_241

Sigamos em frente
Como dois cachalotes
Serenos, sonolentos e sábios
Sigamos incrustados
Com nossas lembranças cracas
Com nossos sonhos frascos

Sigamos atentos
Contra as intempéries
Contra os que nos querem fenecidos
À espera do nosso âmbar.

Sigamos marinhos
Admirando
A elegância dos cavalos
A alegria das lontras
As tatuagens dos marujos.

Sigamos amigos
Sem sangue nas feridas
Singrando entre os males
Com nossos corpos pachorrentos
Nossos corações imensos
Imersos sob os sofrimentos.

Sigamos, então, encostados
Sabendo que o eco do nosso canto
É que nos protege
Daquilo e daqueles
Que nos querem como caça
E que teimam em seguir nosso rastro.

Junho-2007

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: